Tribunal de Contas barra corredores pra ônibus em SP

IMG_1885As forças políticas – e eu diria, também, ideológicas – que influenciam as políticas de mobilidade parecem mesmo invencíveis. A notícia diz que o Tribunal de Contas de São Paulo barrou a construção de 150 quilômetros de corredores exclusivos de ônibus. Mais um balde de água fria nas tentativas de promover uma política de mobilidade urbana baseada na busca pelo equilíbrio entre os modos de transporte.  Tenho dúvidas se uma cidade como São Paulo vai resolver seu problemas de mobilidade com esses corredores. Mas não deixa de ser alguma coisa, pois é um investimento em transporte coletivo, uma prerrogativa dos objetivos e diretrizes da Lei 12.587, a Lei da Mobilidade Urbana, aprovada em janeiro de 2012.

No caso desses corredores, alega-se que faltam itens básicos do projeto. Engraçado de tudo isso é que eu nunca se vê Tribunal de Contas nenhum barrar a construção de viaduto, trincheira, ou coisas do gênero. O que tenho visto, na verdade, são obras aprovadas e iniciadas sem, inclusive, a apresentação dos projetos executivos.

Isso mostra como prover infraestrutura exclusiva pra transporte público nesse país é cada vez mais complicado. Ainda mais quando se propõem diminuir o espaços pros carros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: